Contando a instigante história de um homem que acha que pode comprar tudo, inclusive a bunda pela qual se apaixona, o filme traz à tona questionamentos éticos e existenciais, passando, sem escape, pelas relações humanas.

E não venha me falar que filme nacional é ruim, basta você escolher algo que preste além de pornografia ¬¬

Mas informações em: http://cinemagrafado.wordpress.com/2010/07/21/o-cheiro-do-ralo/

O cheiro é do ralo, mas a bosta vem de você.

Anúncios